REVISTA

Edição 151 | Julho 2020

Notícias do Meio Gráfico, Moda & Têxtil e Comunicação Visual

 

EVENTOS

DESTAQUES

UNIVERSO INDUSTRIAL

No campo da estamparia, têxtil, serigráfica e termo transferida, mais calandragem, os produtos da indústria brasileira MOGK são destaque em qualidade e custo-benefício, valorização técnica e econômica que se estende a produtos para a vidraçaria e suprimentos como resistências elétricas.

 

O multifuncionalismo tecnológico do chão-de-fábrica desta empresa corresponde à dinâmica da Família Mogk cujo conceito industrial se embasa no aproveitamento adequado do material: se constrói uma máquina, constrói outra e seus suprimentos. Este conceito exige aferição tecnológica permanente e inovação, e mais agora, entre o convencional e o digital.

 

Nos últimos 40 anos, a Família Mogk fez evoluir o parque de fabricação de maquinário para estamparia e vidraçaria com o seu conceito de fazer o certo para valorizar o produto. Isso a mantém como referência para a indústria brasileira.

www.mogk.com.br

TECNOLOGIA

A diversidade tecnológica que faz a Comunicação Visual progredir entre o convencional e o moderno

Aprender um ofício tecnológico na base do vê-e-faz leva a um conhecimento primário de aplicações – é, pode se dizer, a prática da prática a enformar um[a] profissional. Se essa pessoa utiliza esse conhecimento e avança socialmente pelo meio acadêmico ela vai ser profissionalmente especializada, uma referência. Entretanto, se aquele conhecimento empírico lhe serve inteiramente, será apenas a pessoa que aprendeu com alguém os macetes de um ofício por não ter acesso a outras leituras.

Na área tecnológica, o ofício apre[e]ndido pela via acadêmica não especializa a pessoa, e ela só vai perceber a diferença quando “pegar no pesado” no laboratório ou na fábrica, no campo ou em outro “chão”, porque a realidade do ofício só aparece na hora de trabalhar, i.e., “mostrar serviço”. É o instante em que os “bons ofícios” dos velhos macetes fazem a diferença, mas a pessoa acadêmica não os conhece, precisa de uma fonte, e lá está aquela pessoa que aprendeu no vê-e-faz as aplicações técnicas que a universidade, em vários ambientes, desconhece e não pode ensinar.

PARCEIROS

CONTATO

Redação
Rua Kátia 91, Casa 1 - Pq São George
06708-130 Cotia / SP – Brasil


Editor
João Barcellos || Fone 55 11 99966.5246
jb.escritor@uol.com.br
Cristiane Ramos

 

Gerente de T.I. & Web
Georg Hans

Copyright 2020 © Noética

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon